SEJAM BEM VINDOS

"Caros companheiros, esse espaço é dedicado a textos políticos, históricos e filosóficos como também para as ações do Nosso Mandato Popular.
Leia, discuta, critique e divulgue nossa luta."
Profº Glauber Robson

Acompanhe o Mandato do Prof. Glauber no YouTube

Loading...

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

REFLEXÕES SOBRE A CRISE POLÍTICA BRASILERA - I

Nosso país historicamente foi governado por elites que concentraram as riquezas nas mãos de poucos enquanto a grande maioria da população brasileira foi marginalizada. Foram 502 anos de domínio politico econômico de um grupo que em nada se preocupou com as massas sejam organizadas ou desorganizadas. Em 2002 o Povo brasileiro reconheceu num trabalhador, sua semelhança e o colocou na presidência do Brasil, onde as elites cegas com seu egocentrismo, acreditavam piamente que seria um desastre politico-econômico, no entanto foram surpreendidos por uma revolução popular onde em 6 anos de governo foram tirados 21 milhões da miséria, as D e E, ascenderam e passaram a consumir produtos que outrora viam apenas na Televisão. 430 mil jovens receberam bolsas para estudar em Universidades particulares, mais de 2 bilhões de reais estão sendo investidos nas Universidades Públicas Federais, o número de Universidades e Centros Tecnológicos no país cresceram mais nos últimos sete anos que em todo o século passado. 11 milhões de pessoas são beneficiários do Programa Bolsa Família...Nas próximas reflexões elencaremos mais conquistas do Governo do Presidente Lula. Essa elite que citamos no inicio é responsavel por mobilizar a imprensa e uma corja que ocupa cargos públicos e que se auto - definem como modelos de ética e moral, onde na verdade seus passados os condenam.
Caro leitor, você lembra da crise de 2005? Véspera das eleições presidenciais, Mensalão, Eleição de um "certo" Severino Cavalcante para a Presidência da Câmara dos Deputados? Qual o objetivo? Moralizar o Estado Brasileiro ou impedir o retorno do Metalúrgico a Presidência?
São muitas perguntas e uma mesma resposta: A crise foi criada para paralisar o Desenvolvimento do país.
Encerro essa reflexão com uma pergunta: Você caro leitor ver alguma relação entre a crise de 2005 e a de 2009? Na próxima reflexão detalharemos as relações entre os dois momentos, pois a história só se repete como farsa, assim já nos orientara, há mais de um século e meio o companheiro Karl Marx.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Um breve Histórico da Universidade no Brasil.

A Universidade tal como a conhecemos é uma invenção Ocidental, a primeira data do séc. XI, precisamente 1088 na Itália, cidade de Bologna.
No Brasil, nos primeiros 20 anos do sec. XVIII, houve uma descentralização da educação colonial, mas os cursos se restrigiam a técnicos e militares.
Podemos enxergar neste quadro um atraso no Ensino Superior Brasileiro, pois os países de colonização espanhola, como a Argentina, contam com universidade desde o séc. XVI. Somente após 720 anos da fundação da primeira universidade no mundo é que em 1808 é criada a primeira Universidade Brasileira com a vinda da Família Real Portuguesa para o Brasil. Foram criados os cursos de cirurgia e anatomia e formação de marinheiros. Sendo que os cursos da "moda", ou seja, os mais importantes não foram permitidos por Dom João VI. Entre eles podemos citar o curso de Direito, que só viria a ser implantado em 1827, pelo Imperador D. Pedro I.
No contexto brasileiro, a universidade com campos multidisciplinares como a conhecemos hoje é uma realidade do séc. XX.
Hoje o Brasil conta com um aparato de 53 Universidades Federais. Sendo que está em implantação uma grande reforma do Ensino Superior e Tecnológico no Governo do Presidente Lula. O REUNI, pretende investir 2 bilhões de reais nas universidades federais, com o objetivo de elevar a oferta em cursos de nível superior dos atuais 2570 para 3601. O mesmo programa visa dobrar os cursos noturnos para facilitar o acesso dos trabalhadores ao nível superior.
Como você pode ver, caro leitor, o atual governo visa romper uma barreira secular de concentração do ensino superior nas mãos de poucos, com investimentos na ampliação das Universidades, vale ressaltar projetos com a UAB, o PROUNI, o FIES entre outros.
Qualquer dúvida, sugestão ou crítica entre em contato conosco. Prof Glauber.