SEJAM BEM VINDOS

"Caros companheiros, esse espaço é dedicado a textos políticos, históricos e filosóficos como também para as ações do Nosso Mandato Popular.
Leia, discuta, critique e divulgue nossa luta."
Profº Glauber Robson

Acompanhe o Mandato do Prof. Glauber no YouTube

Loading...

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Falta de Compromisso com Nossa Juventude.

Falta de Compromisso com Nossa Juventude.
Mais uma vez o Poder Público Municipal deixa claro sua falta de compromisso com nosso povo, em especial com a Juventude. Como se não bastasse a suspensão do Cursinho Pré-Vestibular, onde foram prejudicados cerca de 200 alunos que buscariam aprovação em concurso vestibular na reta final de 2009, a “Reforma da Quadra” do Centro Social: que parou, a ineficácia da Secretaria do Esporte e Juventude que não apóia o esporte amador do município, basta ver os ciclistas ( quem tem que ir pedalando para os locais de competição), os skatistas que há anos são vítimas do descaso e do preconceito. A ausência de transparência na Secretaria de Educação que deveria ser a porta de libertação de nossas crianças. Mas que, no entanto foge a denúncias, se esconde por trás de um véu.
Por último o ônibus dos Universitários, como é conhecido o transporte que leva os estudantes dos níveis técnicos e superior, que vão em busca de conhecimentos para aplicar e desenvolver nossa amada cidade. Seguidos são os “pregos” desse transporte, é pneu furado, falta de combustível... Por último: até foram vítimas de um assalto! São vidas em risco senhor Prefeito, são pacajuenses que contribuem, pagam seus impostos, dedicam – se em busca de conhecimentos para melhorar sua vida, dos seus e de toda nossa gente, pois bem sabemos que somente através do conhecimento mudaremos o quadro de abandono em que se encontra nossa terra.
Ao que parece o poder público não está querendo esse desenvolvimento, continua querendo uma massa inerte, incapaz de lutar por condições dignas. Isso é vantajoso para aqueles que fazem da vida pública um meio de se beneficiar, enquanto a maioria vive a mercê de condições indignas de vida.
Não ficaremos parados, enquanto houver uma injustiça estaremos lá, lutando, fazendo acontecer pequenas revoluções em mentes e coraçoes que acreditam e lutam por dias melhores. O lema de nossa Juventude deve ser: “o Estudo, o Trabalho e a Luta Política.” Precisamos construir uma geração capaz de tomar em suas mãos a responsabilidade de um Pacajus de Todos.
Como dizia Chico Science: “Eu me organizando, posso desorganizar.” Então vamos nos levantar e dizer que não somos mudos, que sabemos nossos direitos e que os exigimos agora! Vejamos o exemplo dos Servidores Municipais que se organizaram e conseguiram avanços na luta por condições dignas de trabalho.
Como dizia o comandante Che Guevara: “ Sejamos realistas, Exijamos o impossível...”
A Luta e a Vitória sempre!

sábado, 17 de outubro de 2009

Vitória do Povo!

Em nossa cidade, as últimas semanas foram de tensão, indignação e revolta por parte de nossos servidores municipais, como também de toda a população.A Administração Municipal, infelizmente, repetindo velhas e danosas práticas, castrou direitos Constitucionais dos nossos servidores municipais:retirou, de forma arbitrária e unilateral, o adicional noturno dos vigias, direito garantido pelo Art. 7º, inciso IX da Constituição Federal. Tal medida provocou grande revolta e forte mobilização da categoria que, também, trouxe à tona outros importantes direitos negados, como medição e pagamento dos adicionais de periculosidade e insalubridade, e reivindicação da imediata reformulação do PCCR- Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos Profissionais do Magistério, e a imediata convocação dos aprovados no último concurso público, realizado em 2007 e, claro, o retorno incondicional do adicional noturno.
Em Assembléia Geral, a categoria, dia 7 de outubro, decidiu fazer uma grande mobilização, com concentração e uma passeata, destinada até a sede da Prefeitura Municipal, para reivindicar os seus mais justos direitos, usurpados arbitrariamente pela Administração Municipal atual.Foi feita ampla divulgação na imprensa local e estadual, contando-se com o apoio dos Vereadores Professor Gláuber e Joseílton, e do Dep. Estadual Artur Bruno. Então, na véspera do evento, certamente receoso das repercussões de uma passeata pelas ruas de nossa cidade, e sabedor da forte mobilização da categoria para o evento, o poder municipal cedeu e, em hábil manobra política, chamou a representação sindical dos servidores para uma mesa de negociação; nela, houve o avanço, pois as leis descumpridas voltaram a ser respeitadas! Foi uma grande vitória da mobilização de nossa gente, uma vitória daqueles que lutam que vão à rua, mesmo sofrendo pressão, recebendo ameaças de toda sorte, mas que saem de braços erguidos, sem medo de serem felizes! Mas é fundamental que não se esqueça uma coisa: esta atitude do poder municipal não foi nenhuma demonstração de bondade do Sr. Prefeito, mas sim o reconhecimento claro da força da mobilização popular, da união dos trabalhadores e trabalhadoras do nosso município! Sem a mobilização, sem a presença dos que foram à praça pública, dos que não cederam às ameaças, nada teria sido conseguido! A força do trabalhador está na força de sua união e de sua mobilização!
É claro que temos a consciência do avanço: num passado recente, os servidores e/ou seu sindicato sequer eram recebidos pelo poder público; no entanto, reconhecemos que ainda temos muito a construir, pois são muitas as conquistas por vir, para melhorar a qualidade de vida de nosso povo, nas escolas, nos postos de saúde, na segurança e no lazer... Não temos o direito de mais uma vez desrespeitar a confiança em nós depositada pelo nosso povo!Uma cidade boa para todos se faz com um bom serviço público de qualidade, e este só se alcança com servidores públicos bem tratados e respeitados pelo administrador municipal. Unidos e mobilizados, faremos um Pacajus com bons resultados para todos e para todas!

domingo, 11 de outubro de 2009

O DESRESPEITO COM O SERVIDOR PÚBLICO!

Caro leitor, venho lhe trazer nossa indignação com as atitudes do Sr. Prefeito Municipal de Pacajus. É inadimissível que o trabalhador pacajuense pague o preço pela falta de organização da atual gestão, pois os recursos não caíram suficientemente para que se adote medidas arbitrárias com a de suspender o direito constitucional daqueles servidores que prestam seus serviços a noite. Não podemos admitir que os serviços públicos municipais, precários, graças a décadas de abandono de nossa gente por aqueles que administraram nossa amada Pacajus, sejam ainda mais prejudicados e que os servidores sejam mais uma vez esmagados e usados como: "o boi de piranha".
Lutar pelo Direito do Trabalhador, fazer valer a Constituição Federal é esse nosso objetivo. Acreditamos que juntos iremos construir um Pacajus de todos, com respeito a nossa gente.
Não ficaremos parados perante essa injustiça! Precisamos nos unir, construir uma frente em defesa de nossa gente, com muita força e a certeza de que as injustiças seram derrotadas com a força de nossa união.
Até a vitória sempre!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

HOMENAGENS A BERGSON GURJÃO.

"Bergson Gurjão, bravo guerrilheiro, herói da juventude e do povo brasileiro..." Foi com essas palavras de ordem que foi recebida a urna funerária com os restos mortais do guerrilheiro cearense, morto em 1972, pelos agentes da Ditadura Militar nas selvas do Araguaia. O cenário era a Reitoria da Universidade Federal do Ceará - UFC, onde Bergson estudou e foi vice-presidente do DCE. Ao ouvir depoimentos de muitas pessoas, ex-guerrilheiros, familiares, amigos, estudantes e de pessoas que assim como eu apenas conhecem a história de Bergson.Fiquei a me perguntar emocionado se nossas lutas valem a pena, se vale a pena lutar para construir uma sociedade menos desigual, se vale a pena lutar pelo Socialismo...
A resposta a minha própria indagação foi imediata. Vale sim a pena!
Se hoje temos uma democracia em nosso país devemos a pessoas que como Bergson foram capazes de dar o próprio sangue em nome do que acreditaram. O exemplo de Bergson se confunde com o de tantos outros e serve de inspiração para nossa juventude. É disso que nós precisamos de pessoas que lutem por seus ideais, construam sonhos...Que pensem o impensável e construam o impossível. Que tenham em mente que a luta de Bergson e seus companheiros do Araguaia e de outros que lutaram pela Democracia em nosso país foi vitoriosa...Hoje podemos contar com uma Constituição democrática e cidadã, grande vitória. Porém não podemos esquecer da Ditadura da Miséria, da Mídia elitista, do Capitalismo que segrega nossa gente, da falta de oportunidade para nossa juventude.
Hoje temos nossas guerras, guerras duras e cruéis que precisam ser encaradas de frente, lutar como disse o comandante Che Guevara contra qualquer injustiça que esteja sendo praticada em qualquer parte do mundo.
Lutar e vencer, nossa luta é árdua, muitas vezes ingrata...porém nobre e cheia de alegrias, pois é coletiva. Lutamos por todos!