SEJAM BEM VINDOS

"Caros companheiros, esse espaço é dedicado a textos políticos, históricos e filosóficos como também para as ações do Nosso Mandato Popular.
Leia, discuta, critique e divulgue nossa luta."
Profº Glauber Robson

Acompanhe o Mandato do Prof. Glauber no YouTube

Loading...

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Seguindo em frente.

"O fardo se torna menos pesado, quanto se olha do alto do que quando se curva a fronte para o chão". Gosto muito desta frase, me faz refletir sobre a nossa missão nesse mundo, e recarregar as baterias, ver que todo problema, por maior que seja sempre tem uma solução.

Em nossa cidade temos visto um tempo de bárbarie, um governo incapaz de se sensibilizar com as necessidades mais básicas do ser humano. Voltado para o individualismo e sonegando o direito daqueles que buscam e constroem no dia-a-dia uma sociedade mais justa e igualitária para nosso povo. Os verdadeiros construtores de um Pacajus melhor são anônimos, Marias, Josés, Paulos e Franciscos, que trabalham de sol a sol por um bocado a mais em seus pratos, para melhorar a vida dos filhos e que são marginalizados pelo poder público que só quer as benesses para uma pequena parcela, que se atola no luxo desenfreado enquanto a maioria sofre com as sobras. É chegada a hora da consciência onde todos, ricos e pobres, brancos e negros se dêem as mãos e possam juntos dá um grito de independência e possam dizer em uníssono: Chega, queremos respeito, queremos ser tratados como gente. Gente que trabalha, que constroe, que luta por dias melhores e que também quer ser respeitada, que sabe seu papel de protagonista neste cenário, que cansou de só ver o que é seu ser levado embora.

Não queremos mais achar que isso é culpa do acaso, que tem que ser assim mesmo, que se está assim é porque Deus quer. Mentira, Deus não criou seus filhos para viver na miséria, nas sobras, mas também não lhe dá tudo é necessário consquistar, tens tua vida, tua saúde, tua vontade de vencer, constroe tu mesmo teu destino, baseia tua vida no amor ao próximo, na vida coletiva e colherás teus frutos.

Em Pacajus precisamos disso, construir dias melhores, abandonando o egoísmo, o orgulho e crescer juntos como povo, como cidade, como irmãos.

Pacajus, que Pena!

Retornando a ativa, caros leitores, peço desculpas pela falta de novas postagens em nosso blog, a vida tomou um rumo que não permitiu tempo para partilhar com vocês as experiências do dia-a-dia.

Muita coisa aconteceu em nossa cidade depois que escrevemos o alvorada de abril. Muitas manifestações nas ruas, o povo tomando seu espaço na Câmara Municipal, a corrupção em nossa cidade foi mostrada as claras, tudo aquilo que suspeitavamos ou viamos as escuras tornaram-se claras, mostrando a total falta de compromisso dos gestores municipais com o bem público, mas mediante tudo isso não ficamos, nem ficaremos parados esperando o tempo passar.

Fazer com que nossa gente tome consciência do que acontece e possa se manifestar, buscando seus direitos e exercendo sua cidadania é nossa meta. Poder pautar sua vida na ética, em uma política limpa, capaz de melhorar a vida das pessoas, fazer com que os homens de bem possam assumir seu papel de agente transformador da sociedade, pois, como disse o filósofo grego Platão: "O preço que os homens de bem pagam, por não participarem da política é serem governados pelos maus." Por isso queremos juntos fazer um movimento pelo bem de nossa cidade, independente dos egoismos e das particularidades de cada um de nós, um movimento libertador, de pessoas de bem, preocupadas com o bem estar coletivo.

Para tal é necessário nos informarmos, ficar por dentro do que estar acontecendo, para onde está indo nosso dinheiro, as aplicações dos nossos impostos. Precisamos ter consciência de que o que é público deve ser aplicado em proveito de todos e não de uma minoria e dá um basta naqueles que pessam que a corrupção é algo normal. Corrupção é um câncer maligno, e precisamos retirá-lo de nossa cidade, corrupção é o nosso grande problema, pessoas que usam o que é público em proveito próprio. Enquanto isso não acabar, não poderemos enxergar um pacajus de todos.

Nos últimos dias tivemos a entrega do relatório da Inspeção Especial do TCM - Tribunal de Contas dos Municípios do CE, relatório este que constatou Irregularidades na administração municipal, mostrando o despreparo e a falta de espírito público dos nossos gestores. Falcatruas e desmandos assustadores, brincadeira, farra explícita com o dinheiro do povo de nossa cidade. O relatório destaca mau uso na locação de carros para a prefeitura, e para a limpeza pública, empresas fantasmas, cooperativas que só existiam no papel, favorecimento pessoal com os bens públicos... enfim, um verdadeiro desmando, um caos digno de uma sociedade bárbara. Mas precisamos nos unir e expurgar estes homens que se dizem do bem, mas não explicam que tipo de bem, para si próprios? Porque para nossa gente não temos visto coisas boas.

Se conscientize, se informe, seja um cidadão capaz de construir sua vida com uma imensa participação popular, capaz de suprir as necessidades de nossa gente.