SEJAM BEM VINDOS

"Caros companheiros, esse espaço é dedicado a textos políticos, históricos e filosóficos como também para as ações do Nosso Mandato Popular.
Leia, discuta, critique e divulgue nossa luta."
Profº Glauber Robson

Acompanhe o Mandato do Prof. Glauber no YouTube

Loading...

segunda-feira, 5 de julho de 2010

A importância de escolher bem seu candidato!

Ao ler no último domingo matéria publicada no jornal "O Povo", intitulada: "Você já se arrependeu do seu voto?", não tive como não parar e refletir sobre o processo eleitoral que se avizinha, a importância que este tem para o desenvolvimento do país e para o povo brasileiro, não apenas por ser uma eleição plebiscitária entre PT e PSDB, mas por representar quatro anos de vida para nossa gente tão sofrida. Mas tal assunto abordaremos depois.
A matéria traz pontos chaves elencados pelos próprios eleitores, muitos deles arrependidos e desiludidos com as escolhas feitas e descrentes no processo democrático, mas não assumindo totalmente a culpa, sempre delegando-a ao candidato, que foi este último quem o enganou, sem fazer uma reflexão mais profunda do processo eleitoral e do período posterior, ou seja, acompanhar o que fez ou deixou de fazer o candidato escolhido.
O mais interessante porém, foram dicas deixadas pelo jornal, com o objetivo de ajudar o eleitor na escolha de seus candidatos para a próxima eleição. Destacamos aqui algumas: 

1 - Conhecer as propostas do candidato, ficar de olho nos planos de governo, ver se as propostas apresentadas estão dentro das reais necessidades do povo e não fogem a realidade;
2 - Conhecer os candidatos e seu histórico, estudar o passado dele, saber em que lutas ele se engajou, se ele é envolvido em escândalos de corrupção ou se foi omisso em assuntos do interesse do povo;
3 - Observar se o candidato tem ficha limpa, ver se o candidato não apresenta processos ou se envolveu em desvio de recursos públicos, enfim, que seja uma pessoa idônea;
4 - Conhecer a atuação parlamentar, o voto para deputado estadual e federal acaba sendo o mais difícil, pois o número de candidatos é maior. Por isso ver o histórico do parlamentar, os seus projetos, suas iniciativas é uma boa para não errar;
5 - Não trocar ou vender o voto, esta dica é bem básica para o eleitor, apesar de ser muito descumprida Brasil afora, os candidatos que se apegam a este tipo de política já mostram de cara sua falta de preocupação com a coisa pública, com bem estar do povo.

Essas são boas dicas que somadas a uma consciência tranquila e um sentimento de ver as coisas realmente mudarem podem contribuir para que os próximos quatro anos sejam satisfatórios. E mais cobrar do candidato depois de eleito as propostas apresentadas é fundamental.

Precisamos sair da busca de culpados e votar correto, fortalecendo o processo democrático e assim poderemos ter dias melhores nos serviços públicos do nosso município, estado e país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário